Dois olhos e uma boca

A natureza nos deu dois olhos, um para ver e o outro para confirmar. Mas apenas uma boca, sem outra para confirmar.

Tem dias
que os olhos dizem coisas que a boca não ousa pronunciar.
Tem dias
que a boca tem ciúmes dos olhos porque eles podem amar muito mais.
Tem dias
que a boca cria coragem de gritar enquanto os olhos denunciam outra coisa.
Tem dias
que os olhos e a boca estão de acordo, mas o que eles tem a dizer não tem nenhuma importância.
Tem dias
que é difícil decifrar o que disseram, a final, os olhos e a boca. Foi tudo tão rápido.
Tem dias
muito raros, que os olhos e a boca comungam uma certeza tão decidida que dizem a mesma preciosa coisa.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Palhaço e a Bailarina em cartaz no mês de Março no Teatro Molière!

Kátia Mattoso esteja em paz e bem