Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

fotos esperando texto q os acompanhem

Imagem

Relato da oficina Palhaçaria: em busca de um corpo cômico. Ministrado por Demian Reis na Escola de Dança da UFBA em 2009

Imagem
O objetivo desta oficina foi aprofundar o aspecto da improvisação na prática artística da palhaçaria. O trabalho foi guiado a partir de princípios, estratégias e procedimentos dramatúrgicos próprios da palhaçaria clássica e não clássica. Foi uma oportunidade de mostrar na prática o estado atual da minha pesquisa de doutorado Palhaçaria: palhaços, platéias e risos, que está sendo desenvolvido no Programa de Pos-graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia.

Ao longo do curso compareceram mais de 20 pessoas, mas cumpriram a carga de mais de 75 por cento apenas 15: Ângelo Soares (teatro), Thaís da Cunha (pedagogia), Juliane Melo (psicologia), Maria Dias (dança), Carolina d´ Ávila (Comunicação), Olga Nathália da Paixão Vidal, Lucas Santana, Samira Parcero, José Diego Santos e Silva, Agatha Bel (pos-graduação em artes cênicas), Ricardo Evangelista Fraga (teatro), Marcos Fernandes (teatro), Lara Moura (psicologia), Roberta Nova (pedagogia) e Nelly Grotefendt (ciências humanas)…

AVALIAÇÃO DA OFICINA EM BUSCA DO CORPO CÔMICO

Imagem
Bilu Tetéia e Coacha em Banhos

Ao decidir participar da oficina esperava ter um reencontro com uma prática cênica deixada de lado há alguns anos. Já havia feito um curso de palhaçaria e apesar da dificuldade com o ridículo e com a exposição ao olhar do outro, bem maior do que em outras escolhas estéticas de interpretação, a liberação de alguns pesos e o prazer de ser genuína, ingênua, entregue, ficaram marcadas na lembrança. Por outro lado, apesar de não saber o que me esperava na oficina, ansiava por um treinamento, um desenvolvimento como artista e como não poderia deixar de ser um encontro com outros. Ao avaliar essa experiência e o prazer obtidos em diversos momentos, a alegria em pensar na realização pessoal e até a dor de tocar em questões tão enraizadas na minha alma vem à tona. O curso me possibilitou a descoberta de aspectos do meu jeito de ser que eu não conhecia assim como o desenvolvimento de formas para lidar com a minha resistência. Além de permitir a identificar os mecan…

Meditação do amor universal e infinito

Imagem

O texto Raíz: Os Oito versos do treino da mente por Gueshe Langri Tangpa (1054-1123)

Com a intenção de alcançar
O objetivo supremo e último,
Que supera até a jóia-dos-desejos,
Possa eu constantemente apreciar
Todos os seres vivos.

Sempre que me relacionar com os outros,
Possa eu considerar-me inferior a todos,
E, com perfeita intenção,
Possa eu apreciar os outros como supremos.

Examinando meu continuum mental em todas as minhas ações,
Logo que uma delusão se desenvolva,
Pela qual eu ou os outros agiríamos inadequadamente,
Possa eu firmemente enfrentá-la e evitá-la.

Sempre que ouvir seres desafortunados,
Oprimidos por maldade e violento sofrer,
Possa eu apreciá-los como se ouve-se encontrado
Um raro e precioso tesouro.

Mesmo se alguém que eu ajudei
E em quem depositei grandes esperanças
Não obstante prejudicar-me sem nenhuma razão,
Possa eu vê-lo como meu sagrado Guia Espiritual.

Quando, por inveja, os outros
Me prejudicarem ou insultarem,
Possa eu tomar sobre mim a derrota e oferecer=lhe a vitória.

Em resumo, possa eu, direta e indiretamente,
Oferecer ajuda e felicidade a todas as minhas mães

Meditação de amor para o mundo

Imagem