Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

Peichola o apresentador do Cabaré Total de dezembro sob direção de Demian Reis

Imagem

Caxambó e Fiasco no número Characuchara no Cabaré Total de dezembro com direção de Demian Reis

Imagem

Pernácio, Faísca e Rabicó em Revolta dos objetos no Cabaré Total de 10 de dezembro 2009 sob direção de Demian Reis

Imagem

a bandinha do Cabaré Total do dia do palhaço 10 de dezembro com direção de Demian Reis

Imagem
Palhaços Zaratrusta, Zig zig zaaa e Louvadeus

Número Banheiro Unisex no Cabaré Total de 10 de dezembro de 2009 com direção de Demian Reis

Imagem

Número Funcionilda, com Zoninha e Buiu no Cabaré Total de 10 de dezembro com direção de Demian Reis

Imagem

Pinduca no Cabaré Total do dia do palhaço 10 de dezembro de 2009. Direção: Demian Reis

Imagem

Um festejo a Felícia de Castro, pelo espetáculo "Rosário".

O espetáculo quase que não tem texto. O texto é o corpo da atriz, e a voz dela. Mas a voz é o corpo, né!? Voz é vibração de corpo. O corpo tornado gemido, outras vezes sorriso, choro-canção, silêncio...

Tudo o que tento fazer com poesia ela faz com o corpo:

expressão livre de discursos. Livre de panfletos. A consciência não como gramática, mas como marcas e fluxos do corpo. Corpo-consciência. Gesto que incomoda e seduz por tão indizível que é. Por tão completo que é. Ato que força o público a fermentar as suas próprias sensações. Suas próprias idéias. E que os discursos sejam como o público: multifacetados.

Ali - no corpo da atriz - [entidade encarnada] todos os elencos se fazem desnecessários.



Para acessar informações sobre o espetáculo "Rosário", (monólogo da atriz Felícia de Castro) a partir do qual escrevi estas palavras (povoadas de encanto), basta fazer um clik no link abaixo:

www.espetaculorosario.blogspot.com
Postado por ROBSON POETA DU RAP às 06:44 0 comentários Links par…

Encerramento de Oficina de Palhaçaria - em busca de um corpo cômico - Escola de Dança da UFBA

Imagem

Cabaré Total de 10 dezembro na Tarde

Imagem

Rosário - os responsáveis pela embarcação

Imagem

Rosário - um solo de Felícia de Castro

“Conta a história que os gregos entendiam o teatro como um elemento curativo da alma, em doenças como a falta de compaixão que é tratável, mas provoca grandes dores e gera perversões, inclusive sociais. Conta a história que os médicos receitavam a ida ao teatro junto a poções. As poções só se processariam quimicamente no corpo quando no espírito se operasse também uma transformação. O teatro trazia à cena temas que moviam o espírito da humanidade. O público entrava em contato direto com o que era comum à natureza interior e investigava-se. Os espetáculos vivificavam, portanto, a grandeza de cada um”.
Denise Stoklos

O espetáculo Rosário é, nas palavras de Felícia de Castro, “uma fábula pessoal que recria imagens de terra, mar, mãe, rainhas, coroações, cortes e catarses em um ritual, em uma festa”. Neste espetáculo as imagens são oníricas e dão margem a uma infinidade de leituras. Cria um estado de embriaguez e loucura, saindo do realismo, para deixar a platéia em um estado de poesia. E e…

Cabaré Total de dezembro

Imagem