Cabaré Total- 10 anos


Palhaça: Palitolina:

Por Rafael Martins

Palitolina é uma palhaça muito interessante. Chamou a minha atenção pela adequação de sua vestimenta ao seu tipo físico. Acho que é o caso de um belo “casamento”. Muito interessante perceber esses processos de construção do figurino de um palhaço, em alguns casos, a roupa, a “armadura” cumpre uma função fundamental na apresentação, revela muito sobre a personalidade daquele clown, é realmente de extrema importância realizar um processo contínuo de construção do seu figurino.
Para mim, tem certo cheiro de Chaplin no número do cabide. Ela coloca uma casaca por cima do cabideiro, peça mobiliária para podermos acumular roupas, e coloca um braço por dentro da roupa como se aquela casaca tivesse vida e estivesse interagindo com ela. É lindo, de uma sutileza muito grande e criando uma sensação que ela realmente está dialogando com outro ser, que na verdade é o seu próprio braço.


A ação deste número é um pseudo “flerte” desta mão com a palhaçinha que fica meio que sem saber o que fazer enquanto a mão, ousada e rápida, vai vasculhando algumas regiões mais íntimas do corpo e fazendo com que a palhaça fique desconcertada. Acaba sendo uma dança de paquera.. onde ela vai esquivando e ao mesmo tempo dando bola para a “mãozinha tarada”. O forte da apresentação está na expressão corporal, não há fala, só grumidos, mas recebemos mesmo as informações, as sensações dela, através da expressão facial.




Palitolina é uma palhaça com singularidades interessantes, gosto do jeito que ela balança as pernas, que ela move seu corpo, acho que ela constrói e desconstrói muito bem o corpo, e faz isso o tempo todo. Gosto do visual dela e acho que ela trabalha correto com as suas proporções, explorando bem suas características.



(Rafael Martins é aluno da disciplina Palhaçaria, ministrado este semestre por Demian Reis, do curso técnico profisionalizante da arte de palhaço da Sitorne Teatro.)
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Kátia Mattoso esteja em paz e bem

O Palhaço e a Bailarina em cartaz no mês de Março no Teatro Molière!