Poema de Luiza Viana após assistir o espetáculo Rosário

R O S Á R I O

(para a rosa e rainha Felícia de Castro)


Lua no céu, bacia no chão,

rodas de luz prateadas;

uma com o olhar ao léu,

outra ao alcance da mão,

saias brancas rodadas.

Seu olhar, duas bacias,

embaçadas pelas lágrimas,

gotas cheias de sentimento,

alma no olho d’água.

Quem é muito procurador,

seu pé, feito terra, racha...

mas quando se persevera,

um dia a gente se acha!



Luizamor – 24.11.09
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Kátia Mattoso esteja em paz e bem

O Palhaço e a Bailarina em cartaz no mês de Março no Teatro Molière!