ROSÁRIO




































Rosário é uma fábula de mulheres, deusas e animais preparada para o espectador na forma de um ritual. Esta experiência cênica imagina aspectos que impulsionaram formações identitárias no Brasil a partir do encontro de culturas e etnias diversas e a religiosidade como dispositivo de sobrevivência e técnica de resistência. O espetáculo se inspira, em especial, na simbologia da coroação de reis negros, sempre viva nos congados mineiros e em outros folguedos brasileiros. Ancorado no contato com manifestações populares como os reisados e romarias da região do Cariri, na pesquisa vocal e na força dos cantos tradicionais, o espetáculo solo da atriz Felícia de Castro manifesta um ritual feminino e poético. Através de canções e explosões vocais, a atriz traz à cena um rosário de mulheres em uma única prece. Um corpo dilacerado pelo corte da desterritorialização traduz no acontecimento cênico um ciclo de crueldade, criatividade, luta e reinvenção de si mesmo, pela beleza e pela fé. Uma fábula pessoal que recria imagens de terra, mar, mães, rainhas, coroações, cortes e catarses.

FICHA TÉCNICA:
Concepção, pesquisa e Atuação – Felícia de Castro
Direção e Preparação Vocal– Demian Reis
Assistência de direção – Carolina Laranjeira

Assessoria em danças brasileiras - Rafael Rolim
Iluminação e operação de luz – Eduardo Albergaria
Figurino – Rino Carvalho
Trilha Sonora – Fabiano de Cristo e coletivo rosário
Operação de som - Ana Carla Silva

Produção – Viviane Jacó
Assessoria de Imprensa – Dayane Pereira
Arte Gráfica e Fotografias – Eduardo Ravi
Cenografia e Adereços (boi e coroa) – Maurício Pedrosa e coletivo rosário
Costura – Angélica Paixão

TEATRO DO ICBA (corredor da Vitória, 1809, telefone: 3338 4700).
Quando: 05 a 27 de agosto de 2010 /Quintas às 14h e 20h, Sextas às 20 h.
Quanto: Valor: R$ 10,00 e 5,00

Realização: Felícia de Castro
E-mail: espetaculorosario@gmail.com
Site: espetaculorosario.blogspot.com
Contato: 71 - 91968548 / 71 - 99776226 / 71 – 87321535 / 71 – 99132813
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Kátia Mattoso esteja em paz e bem

A Arte de Ir - (João Pedro Matos)