Hotxuá e Palhaço: intercâmbio e interações (Salvador 8-16 de outubro 2011)


Hotxuá e Palhaço: intercâmbio e interações
Vivência Exposição no Palacete das Artes Museu Rodin Bahia
12 de outubro de 2011 (10h-18h)

A exposição que integra o evento “Hotxuá e Palhaço: intercâmbios e interações” tem o espírito de compartilhar uma pesquisa de Pós-Doutorado que está sendo realizado junto ao Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas e o Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da UFBA sob a supervisão do Prof. Dr. Armindo Bião que está em andamento e que tem como foco a tradição do riso dos hotxuás, um dos aspectos do riquíssimo complexo cultural Krahô, etnia indígena situada no norte de Tocantins. Em especial ela se volta e homenageia o interlocutor principal da pesquisa o hotxuá Ismael Ahprac Krahô, residente na aldeia Manoel Alves, município de Itacajá, estado de Tocantins. Entre diversas funções, papéis e atribuições que cumpre estão o de líder do conselho da aldeia, diretor de ritos, chefe de família, roceiro, caçador e artesão. Herdou também as prerrogativas de hotxuá, que entre os Krahô, é o responsável pelo riso e o desempenho de papéis cômicos entre outras designações rituais. Aos olhos da nossa cultura ocidental reconhecemos nesta figura, em situação de apresentação cênica, o comportamento equivalente ao nosso palhaço, cuja principal técnica é se colocar como alvo do riso de suas platéias.

O material foi coletado a partir de uma visita-convivência do palhaço e Dr. em Artes Cênicas Demian Reis com o hotxuá Ismael Ahprac feita entre abril e maio de 2011, na Aldeia Manoel Alves, Taquaruçu e Palmas. Outras fotos foram selecionadas da visita em campo de outro palhaço cearense, Mário Cruz Filho, na mesma aldeia e no mesmo ano. Entre os fotógrafos estão Demian Reis, Felipe Camilo, Tharson Lopes, Antônio Krahô e Marcelo Xooco Krahô.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Kátia Mattoso esteja em paz e bem

O Palhaço e a Bailarina em cartaz no mês de Março no Teatro Molière!